Publicado por: Fabiano Medeiros | 30 setembro, 2009

Carta histórica de Dezembrino Rodrigues Barcellos

A carta aqui transcrita data do período farroupilha (1835-1845) e está entre os documentos que constituem a Coleção Alfredo Varela, assim denominada por haver sido recolhida pelo compilador homônimo. São cartas endereçadas ao ilustre Domingos José de Almeida, um dos mentores da Revolução, por seu sogro, Bernardino Rodrigues Barcelos (meu pentavô pelo lado materno), e por seu cunhado, Joaquim Rodrigues Barcelos (meu tetravô).

Bernardino era pai de Joaquim, que era pai de Dezembrino. Dezembrino era pai de José Bernardino Barcellos (meu bisavô), pai de Isabel Escolástica Mello Barcellos (minha avó materna).

Essa correspondência e outros documentos do mesmo período, todos pertencentes à referida Coleção, acham-se preservados no quarto volume dos Anais, do Arquivo Histórico do Rio Grande do Sul, publicado em 1980. São de Ilka Neves os úteis pormenores que julgamos importante incluir para maior elucidação do leitor:

Após a pacificação da Província, Domingos José de Almeida começou a reunir documentação visando escrever uma História da Revolução, o que não concretizou. Alfredo Varela preservou o material coletado enriquecendo-o com novas aquisições, e o governo do Estado do Rio Grande do Sul, em 1936, adquiriu o acervo de fundamental importância para o estudo do decênio farroupilha.

Nos Anais do Arquivo Histórico do Rio Grande do Sul (1977-1986) foi publicada a documentação da denominada Coleção Alfredo Varela, com cerca de 13 mil documentos em sua maioria de procedência farroupilha.

Serve de respaldo histórico conhecer os critérios que nortearam a transcrição dos referidos documentos. O teor dos textos foi reproduzido na íntegra, havendo atualização ortográfica, incluindo-se topônimos e onomásticos, correção da pontuação se vital à clareza. O uso dos colchetes, com indicação de reto e verso, remete ao início de cada folha do documento. As palavras de leitura duvidosa se fazem acompanhar de ponto-de-interrogação.

* * *

Esta carta de Dezembrino, endereçada a certo Luís, deve ter sido inadvertidamente incluída nos anais da história como pertencente ao período da Revolução Farroupilha, posto que lhe seja posterior e nenhuma conexão lhe apresente.

Esse feito, casual de certo ponto de vista, logrou o êxito de livrar do olvido e do perecimento um documento que, embora sem nenhum valor histórico nacional, está carregado de apreciação familiar e constituiria um portento, um verdadeiro achado para qualquer estudo genealógico.

Trata-se da única carta de Dezembrino a constar dos Anais.

* * *

 BARCELOS, Dezembrino Rodrigues

CV — 2467

Compadre e amigo Luís

Sua casa, 30 de junho de 1875.

Não tem outro fim esta senão desejar que encontre gozando saúde minha estimada irmã e meu afilhado Calula e sobrinhos.

Eu graças a Deus vou passando bem; a Ninha desde que viemos tem andado bem doente da barriga, a mais família gozam saúde. Tivemos má viagem por vir Aninha doente, a Marucas dias maus viemos dar com uma viagem de uma semana; quebrou-se um varal da carroça; botamos outro logo; perdi nos lagões no dia que saímos aonde viemos ficar o cavalo melhor que tinha, sendo o vermelho que te emprestei para ires à Boa Vista, o queal eu tinha ficado lá quando mandei os cavalos para aqui. O qual muito te encomendo em me reparares tanto na cidade como na costa enquanto cavalos veres me reparares, pode ser que por lá aconteça me descobrires; a marca vai riscada porque talvez não estejas presente da marca da Ninha [v. holograma abaixo]; me recomenda ao Quíncio, Mingote, assim como todos. [1v.] [Ter] ás a marca riscada em um pedacito de papel; faz-me este favor por ser uma cavalo bom e no caso que apareça cuida como teu. Saudades ao primo Bernardino e à prima Perpétua e a mais família, a todos na olaria. Abraça minha irmã, os meus estimados sobrinhos por nossa parte e eu igual faço a ti por ser com estima e sempre pronto a servir-te com gosto e prazer o teu compadre, cunhado e amigo e criado obrigado.

  1. Dezembrino Rodrigues Barcelos

N.B. Manda-me uns jornais pelo Justino Costa que vai com a Maneca para me entreter que talvez não haja portador tão cedo. (a) Dezembrino.

Rubrica de "Aninha" (Ana Joaquina da Silva), em que ao menos o "A" e o "J" de seu nome são facilmente distinguíveis

Rubrica de "Aninha" (Ana Joaquina da Silva), em que ao menos o "A" e o "J" de seu nome são facilmente distinguíveis


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: